DIY PARA VOCÊ

DIY embossing (alto-relevo no papel)

15 de junho de 2015
Como fazer escort card com letterpress

Como fazer letterpress em casa

Sabe aqueles convites de casamento que têm o texto em baixo-relevo? Pois então, isso se chama letterpress, que é, resumidamente, um processo de impressão em que uma superfície com os elementos gráficos elevados recebe tinta e é prensada no papel. O embossing dá um efeito semelhante, mas em alto-relevo, e sem aplicação de tinta.

Eu acho lindo tudo isso, então queria aprender algum método caseiro para criar formas em relevo no papel. Aí acabei descobrindo aqui essa técnica DIY de embossing sem máquina nenhuma, que é mega fácil e óbvia (mas alguém precisou pensar nisso pra gente ver que era possível, he). Claro que você não vai fazer 387 convites de casamento assim (espero), mas quis mostrar pra vocês como é possível deixar qualquer coisa mais interessante e especial usando essa técnica. Você pode, por exemplo, fazer alguns poucos cartões de de visita ou de aniversário, criar um poster, personalizar um papel pra mandar uma carta (de repente fingir que é nobreza e tacar logo um brasão?), ou, como eu mostro aqui, deixar uns cartões com nome mais bonitinhos, pra marcar lugar em uma mesa.

DIY letterpress - materiais necessários

Materiais

Papel que receberá o relevo | Papel triplex (pode ser outro, desde que tenha gramatura alta) | Celular com lanterna | Lápis | Pincel | Estilete de precisão | Base para corte (opcional)

DIY letterpress - desenhando

Passo 1

No papel triplex, trace os desenhos que quiser.

DIY letterpress - recortando o desenho

Passo 2

Com o estilete, corte o interior das formas que desenhou.

DIY letterpress - imprimindo o desenho no papel

Passo 3

Coloque o triplex com a forma vazada em cima da lanterna no celular. Apoie sobre o triplex o papel que receberá a impressão e, em seguida, contorne o desenho com a ponta do pincel, como se estivesse traçando com lápis. A pressão do pincel sobre o recorte fará com que o papel afunde levemente, criando o relevo. Uma coisa importante: é claro que eu usei a lanterna do celular porque os desenhos eram pequenos, então, se você quiser fazer alguma coisa maior, vai precisar iluminar o verso dos papéis de outra forma. Talvez colocá-los sobre uma janela? Ou deixar uma luminária embaixo de uma mesa de vidro? Não sei, tem que testar, tá?

DIY escort card com letterpress manual

DIY cartão com nome para jantar - letterpress

E aí, o que achou desse método exclusivo e revolucionário da Polishop? É divertido, né não?

DIY letterpress manual com materiais simples

Acho que você também vai gostar destes aqui:

9 Comentários

  • Reply Livia 15 de junho de 2015 at 6:26 PM

    Olá, sempre quis saber como fazer isso, e nem imaginava que o nome era esse. Adorei!
    Fica tão sofisticado.
    Adorei!
    bEIJOS

    • Reply Gabriela 16 de junho de 2015 at 12:22 AM

      Obrigada, Livia, que bom que gostou! Beijo!

  • Reply Estela 15 de junho de 2015 at 9:23 PM

    Que lindo, Gabriela!
    Agora, fiquei curiosa com seus talheres bronze. Tô caçando uns assim e não acho em nenhum lugar!

    Beijos e continue com esse blog maravilindo! <3
    Tá me inspirando a dar o ponta pé inicial no meu!

    • Reply Gabriela 16 de junho de 2015 at 12:32 AM

      Obrigada, Estela! Então, meus talheres são só pra compor a fotografia, haha! Eu pintei com tinta spray porque não encontrei os dourados a preço acessível. :( Mas vi pra vender na Anthropologie e na West Elm, de repente dá uma olhada! Em loja brasileira nunca vi. E vai fundo com seu blog, to torcendo! :) Beijo

      • Reply Estela 2 de julho de 2015 at 7:36 PM

        Imaginei que fosse isso! Boa ideia!
        Enquanto não crio o meu blog, vou aprendendo os truques com o seu!

        Bjs e obrigada por responder!

  • Reply Manuela Lopes 15 de junho de 2015 at 10:22 PM

    Gabi, pelo que eu entendi, o relevo é feito com o cabinho do pincel, né? Então pra fazer desenhos maiores, não basta desenhar “a olho nu”, sem precisar fazer molde? Quem tem aqueles boleadores de artesanato pode até brincar com a espessura da “escrita”, fazendo desenhos mais ou menos grossos e mesclando tamanhos variados, né? Só precisa ter o dom do desenho à mão livre (“só”, né… rs).

    • Reply Gabriela 16 de junho de 2015 at 12:55 AM

      Então, Manu, se você só pressionar o cabinho no papel ele não cria o relevo acentuado, só vai deixar marcado. O papel precisa afundar em um “buraco”, entende? Por isso a necessidade de criar o recorte. Não sei se é isso que você tava perguntando exatamente ;)

  • Reply Jessica Lauton 16 de junho de 2015 at 11:28 PM

    Que massa, isso! Fazendo pra mini álbum de scrapbook em 3,2,1…

    • Reply Gabriela 17 de junho de 2015 at 6:00 PM

      Sim, boa! Legal pra scrap tbm! :*

    Responder